sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Instituto Geológico apresenta balanço parcial do Plano Preventivo de Defesa Civil Estadual 2014-2015

 Atendimento em Santos
Atendimento em Piquete

O Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) entra em operação anualmente, no período de verão (01/12 à 31/03) por isso também é conhecido como “Operação Verão”. É coordenado pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC) com o apoio técnico do Instituto Geológico (IG). Atualmente o plano abrange um total de 129 municípios em diversas regiões do estado.

O PPDC envolve ações de monitoramento dos índices pluviométricos (chuvas), previsão meteorológica, vistorias de campo e atendimentos emergenciais. O Plano está dividido em 4 níveis operacionais: observação, atenção, alerta e alerta máximo e para cada nível existe uma ação específica para enfrentamento da situação. O PPDC tem um caráter preventivo, com objetivo principal de evitar a ocorrência de mortes, por meio da remoção preventiva e/ou temporária da população que ocupa as áreas de risco, antes que os escorregamentos atinjam suas moradias.

Desde que foi criado em 1989 o PPDC constitui-se em um importante instrumento capaz de subsidiar as ações preventivas dos poderes públicos municipais e estadual, principalmente quando estes buscam soluções de problemas causados pela ocupação de áreas de risco. Também podem ocorrer atendimentos emergenciais a outras localidades que não possuem Planos Preventivos, tendo em vista a prevenção de acidentes, a partir do acionamento e análise do evento por parte da CEDEC e do IG.

Até o momento, por solicitação da CEDEC, ocorreram atendimentos em 9 municípios (6 que operam planos preventivos: Rio Grande da Serra, Piquete, Tatuí, Santos, Caraguatatuba e São Sebastião e 3 sem planos preventivos: Juquiá, Caconde e Apiaí). Como balanço parcial dos atendimentos realizados constatou-se:

14 áreas vistoriadas;
interdição temporária de 41 casas;
remoção preventiva de 160 pessoas;
interdição definitiva de 3 imóveis comerciais;
interdição definitiva de 26 moradias;
remoção definitiva de 112 pessoas.