sexta-feira, 24 de julho de 2015

Diretor Geral do Instituto Geológico apresenta um panorama da Serra do Mar e o enfrentamento dos recorrentes eventos extremos em reunião do CONSEMA

Ricardo Vedovello durante a sua apresentação

Durante a 332ª reunião do Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema), realizada no dia 21 de julho de 2015, Ricardo Vedovello, Diretor Geral do Instituto Geológico (IG), apresentou o panorama da Serra do Mar e como enfrentar os recorrentes eventos extremos que causam sérios prejuízos ao meio ambiente. Um dos eixos temáticos em geociências em que o IG mais atua é a prevenção de desastres naturais, para isso, trabalha em uma estratégia integrada de prevenção e de resposta a desastres ambientais, realizando também mapeamento e monitoramento de áreas de risco.

O Diretor explicou rapidamente o funcionamento dos Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), da Subcomissão Especial para Restauração da Serra do Mar (CERSM) e do Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos (PDN). Também destacou a necessidade de equilibrar a capacidade do Estado de trabalhar com desastres naturais e garantir desenvolvimento sustentável das áreas de preservação, por meio de um trabalho de integração com outros órgãos e secretarias estaduais, ressaltando o Programa de Recuperação Socioambiental da Serra do Mar, como um bom exemplo de integração de políticas setoriais.

Durante a reunião a secretária Patrícia Iglecias apresentou o Panorama da Agenda Paulista de Mudanças Climáticas, que será levada à COP 21, a grande conferência internacional que será realizada no fim do ano em Paris, cuja agenda é chegar a um acordo global sobre mudanças do clima, para entrar em vigor em 2020.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Pesquisador do Instituto Geológico participa do 33º Congresso Brasileiro de Espeleologia em Eldorado

 Caverna do Diabo Foto: William Sallun
Curso Teórico Foto: Jacqueline Cavalcanti
Curso Prático Foto: Jacqueline Cavalcanti

O Pesquisador do Instituto Geológico Dr. William Sallun Filho participou do 33º Congresso Brasileiro de Espeleologia, em Eldorado, no Vale do Ribeira. O evento ocorreu no período de 15 a 19 de julho de 2015 e foi organizado pela Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE) em comemoração aos 50 anos de pesquisas espeleológicas, que em 1965 realizou o primeiro encontro científico na região.

Além de vários especialistas de órgãos vinculados à Secretaria do Meio Ambiente do Estado, participam ainda do evento: estudantes, representantes do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICmBio), e Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), associações como: ACTIBA – Associación de Cuervas Turísticas Iberoamericanas, ACTE – Associación de Cuervas Turísticas Españolas estiveram presente além de empresas de mineração.

Os debates tratam de questões como a relação da mineração com a espeleologia, a conservação do patrimônio representado pelas cavernas e a gestão do turismo em áreas cársticas, que se caracterizam pela presença de cavidades em rochas carbonáticas, com cursos-d’água percorrendo fendas, condutos e cavernas.

O pesquisador representou a Secretária do Meio Ambiente, Patrícia Iglecias durante a abertura do congresso, e ministrou um curso sobre: “Introdução a Geologia do Carste”, com aula prática na Caverna do Diabo, que é famosa pela impressionante beleza de suas formações e pela grande dimensão de seus salões internos.

O pesquisador ainda foi coautor de 2 trabalhos científicos:

LENHARE, B.D.; SALLUN FILHO, W. Diferenças espeleométricas entre as cavernas do Planalto de Guapiara e Serra de Paranapiacaba, na região do Parque Estadual Intervales (PEI), estado de São Paulo.

CONSENTINO, B.C.; SALLUN FILHO, W.; LENHARE, B.D. Geoespeleologia da Gruta dos Rodrigues, Iporanga (SP).